sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Novidades e explicações

Galera, venho até vocês pra explicar que eu adicionei duas novas personagens à historia, duas amigas minhas, a Andy e a Isabella, elas não são "filhas do ouro", e sim personagens com papéis importantes no decorrer da saga; outra novidade é que pretendo apresentar pra vocês as raças que eu já mostrei aqui no blog e outras que fazem parte do universo da saga.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Mílon de Crotona,herói olímpico e o lobo autômato, inimigo de Hefesto

Mílon de Crotona era um herói olímpico muito consagrado em histórias. Ele batia todos os records, devorou um boi inteiro, mas teve seu fim por causa de sua arrogância. Um dia ele estava caminhando quando viu lenhadores tendo problemas para derrubar uma árvore, e ele se propôs a derrubar a árvore, mas ficou com as mãos presas, e os lenhadores correram para buscar ajuda, mas era tarde: lobos da floresta vieram e devoraram-no. Ele foi recrutado pelos Lordes do Abismo para se tornar um rival de Hefesto, e ele foi transformado em seus assassinos: um lobo autômato de bronze, cobre, metal, aço, várias outras ligas metálicas e de aparência antropomórfica. Hefesto queria criar uma forma poderosa de aço e metais resistentes que só ele conhecia para gerar seu filho, mas Mílon o interrompeu e assim uma luta terrível se desenrolou entre territórios vulcânicos. Porém, Mílon não era nem sombra de desafio para Hefesto, que o derrotou amassando e destruindo suas juntas.
Lobo Autômato
A luta dos vulcões

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Post da Ana


Aqui é Ana Maria, tida como Ninfa Branca. Sou parceira do autor deste blog e vim lhes avisar um hiato, um período indeterminado - mas esperamos que curto - de suspensão de atividades por problemas com o material a ser postado, no caso, os desenhos. Houve um acidente com o acervo do autor. Agradecemos pela compreensão e paciência.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Hefesto, deus grego do fogo e das forjas, senhor inventor

 Hefesto, Hefestus ou Hefaísto é o deus grego da forja, do fogo e das invenções, da tecnologia, dos vulcões, filho de Zeus e Hera. Quando nasceu, Hera olhou para o bebê Hefesto e sentiu repulsa: ele era musculoso mesmo sendo um bebê, peludo e muito feio. As histórias dizem que Hefesto então foi jogado por Zeus do monte Olímpo (outras versões dizem que Hera quem jogou o bebê Hefesto). Na queda ele ficou manco, e foi encontrado perto do mar por Tétis e Eurínome, que o criaram apesar de sua aparência. Ele foi crescendo e ganhou força e conheceu o oficio da forja e das invenções, se tornando um soberano nessa área. Hefesto é grande, musculoso, cheio de queimaduras, cicatrizes e marcas de sujeira de suas forjas, sempre martelando espadas, machados, criando invenções mágicas, e sua volta ao Olímpo é digna de ser contada: Hefesto, mesmo exilado, forjou um trono para Hera, que aceitou de bom grado e assim que se sentou, ficou presa, e não conseguia sair. Os outros deuses imploravam para ele libertar sua mãe, mas sua resposta era sempre a mesma: “eu não tenho mãe”. Então Dioniso foi enviado para ter com Hefesto, e Dioniso o embebedou, e depois o trouxe de volta para o Olímpo sendo carregado numa mula e com várias pessoas festejando ao seu redor. Hefesto é casado com Afrodite, mas foi mais por uma trégua para encerrar as disputas dos outros deuses homens para se casarem com ela. Mesmo casada, Afrodite não aceitou esse casamento arranjado com o “feio” Hefesto, apesar de ele ser muito forte e ter mãos habilidosas para criar coisas maravilhosas; mas Afrodite não curte esse tipo de coisa, e assim, começou um relacionamento amoroso extraconjugal com Ares. Hefesto tenta constranger os dois o tempo todo, mas no fim das contas ele é quem acaba constrangido. Hefesto se aliou aos dourados quando viu que alguns ciclopes haviam se aliado ao Abismo, e assim roubado suas idéias de invenções, e eles criaram um corpo autômato para Mílon de Crotona, um herói olímpico tido como o mortal mais forte das olimpíadas, mas que foi devorado por lobos na floresta. O Abismo e seus servos haviam criado para ele um corpo autômato de bronze e ferro, um enorme lobo, e Hefesto decidiu enfrentar esse monstro. Na forma huama, Hefesto é dono de metalúrgicas, oficinas de veículos, forjas modernas, e poucos sabem que é ELE o dono de tudo isso, pois esperam sempre que seja um homem bonito, e por conta disso ele se torna mau humorado e triste.
O senhor das forjas
forma "humana"

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

José Dias, Detonador, filho de Odin, guardião do espirito do Javali de Erimanto

(nada de spoiler)

José é um rapaz londrinense de estilo simples, gosto musical eclético dentro do mundo do metal, usando roupas pretas, camisas de banda e um visual padrão para os fãs desse estilo de musica. Pedro o conhece por acaso, e ele se mostra um grande guerreiro, tendo habilidades de combate e grande conhecimento da cultura nórdica; ele é o filho de Odin, tem certa primazia nas reuniões e conselhos dos filhos do ouro. Tem grande conhecimento das runas e de magias nórdicas de combate, e como Detonador, sua arma são duas massas com espigões de aço de osso, muito resistentes e capazes de esmagar e perfurar crânios. Ainda como Detonador, sua força insana do modo blood thrist quando ele ativa os poderes do javali o torna invencível em combate sendo capaz de derrubar paredes de escudos com apenas um golpe. Sua roupa de herói é bem básica, mas feita a mão, muito resistente, e ele tem um carinho especial por ela. Seu gosto musical influencia muito seus combates e sua forma de executar os oponentes, das mais variadas formas e jeitos.

O Javali de Erimanto, a besta que arrasou cidades gregas por anos

 O Javali de Erimanto é uma fera grega, obviamente um javali, que todos os dias descia do monte Erimanto na Árcadia para aterrorizar as terras vizinhas. Herácles, em seu quarto trabalho foi incumbido de derrotar o javali. No entanto, o javali retornou no fervo de sangue do Abismo e assim, voltou a aterrorizar cidades nas vizinhanças de Ácardia. Os dourados estavam preocupados com o poder do javali, e apenas uma luta com Herácles poderia derrotá-lo novamente, mas o herói deidade já estava enfrentando novamente o Leão da Neméia. Então Odin, o senhor dos aesir se prontificou a lutar contra o javali, com a ajudar de Hugin, Munin, seus corvos, e Geri e Freki, seus dois lobos. No monte Erimanto, a luta foi feroz, os dois lobos atacando e rasgando o couro do javali, os corvos voando e tentando acertar-lhe os olhos, mas foi Odin com a lança Gungnir quem deu o golpe final e assim derrotou o monstro.
O Javali
Cinco vs Um

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Odin, deus nórdico da magia, senhor de Asgard, o Pai de Todos

 Odin ou Wotan é o rei dos deuses de Asgard, o Pai de Todos, deus da magia, portador da lança Gungnir. As suas histórias competem a muitos relatos, de como ele conseguiu o hidromel, de como ele conseguiu desvendar a magia das runas enforcado por sete dias na Yggdrasil e com um galho atravessado no peito (que posteriormente se tornou sua arma principal), ou do dia em que ele bebeu do poço de Mimir e pagou com um olho para obter conhecimento. Seu cavalo é filho de Loki (outra longa historia), Slepnir, o cavalo de oito patas que cavalga os céus com fogo. Odin foi derrotado por Fenrir no primeiro Ragnarok, e quando retornou, voltou mais forte e decidido a lutar contra as forças do Abismo. Odin reinou em Asgard, e Vidar, seu filho, ajudou a construir defesas silenciosas e poderosas ao redor da nova Asgard. Odin ainda reina, mas tem medo de estar ficando velho, porém ele continua a se alimentar de hidromel e comer as maçãs da imortalidade de Idun. Odin foi incumbido de derrotar o javali de Erimanto, uma fera grega que foi um dos trabalhos de Herácles. Odin é forte, apesar da aparência velha, ele tem um corpo de dar inveja em muito maromba por ai; ele usa roupas a seu gosto, mas sempre muito finas e de ótima procedência.  Quando ele anda entre os humanos, sua lança se torna uma bengala e seus corvos, Hugin (pensamento) e Munin (memória) ficam sempre por perto, lhe transmitindo mensagens; os humanos ficam curiosos à respeito de um senhor musculoso, de tapa olho e com dois corvos voando por perto, mas ele usa o glamour para disfarçar sua forma, e assim os humanos se desinteressam rápido e logo voltam a caminhar. Na forma humana ele possui uma livraria com vários conhecimentos em magia, e ele e Athena meio que são rivais na questão de conhecimento..
O Pai de Todos
forma "humana"